Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Catanduva realiza bate-papo online sobre questões históricas todas as quintas

Publicado: Quinta, 16 de Abril de 2020, 09h47 | Última atualização em Quinta, 16 de Abril de 2020, 09h56 | Acessos: 145

 

Estudantes, servidores e público externo são convidados a participar. 

 

O Câmpus Catanduva está realizando todas as quintas, às 14 horas, um bate-papo online aberto a alunos, servidores e ao público em geral, o "Conversas sobre História". Idealizada pelo professor Gabriel Terra, a iniciativa foi pensada como forma de acolher a angústia de estudantes e servidores diante do contexo que estamos vivendo.

Amanhã (16), a temática da conversa será as crises do passado e sua importância para compreender o presente. Além disso, será debatido o papel dos países durante a pandemia, bem como implicações políticas e econômicas para as sociedades.

Gabriel explica que, com a suspensão do calendário e das aulas presenciais por causa do coronavírus, houve demanda pela criação de um espaço em que os estudantes pudessem, para além de ouvir, falar sobre suas experiências neste período, conectando-as à importância histórica dos eventos vivenciados. O professor diz que, de forma complementar, os conhecimentos em história, sociologia, filosofia e outras áreas do conhecimento estão sendo utilizados para fortalecer a importância dessas áreas de conhecimento em tempos de pandemia.

O bate-papo acontece via conferênciaweb (plataforma do governo federal). Mediante manifestação de interessados, Gabriel monta uma lista e envia o link no dia do evento. Quem quiser participar pode enviar email para gabrieltp@ifsp.edu.br, ou procurá-lo nas redes sociais.

De acordo com o professor, na conversa do dia 16 serão abordados basicamente três momentos/processos históricos: a) a mudança do mundo medieval para o moderno no século 15, b) as revoluções industrial e francesa no século 18 e c) o século 20 com suas guerras mundiais e a guerra fria. Segundo ele, a ideia será mostrar o aprendizado em longo prazo com as crises ou mesmo rupturas ao longo da história. E faz questão de esclarecer que o  formato não é de uma exposição acadêmica , mas de construção coletiva do conhecimento. Assim, os estudantes e demais participantes têm o mesmo "poder" de fala durante o evento.

 Para saber sobre os próximos bate-papos, é só ficar ligado nas redes sociais.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página